Prefeitura planeja obra para acabar com destruição de gradil na Av.Prestes Maia

Via Diário do Grande ABC | www.dgabc.com.br

gradil-na-Av-Prestes-Maia

As grades instaladas para evitar a travessia de pedestres na Avenida Prestes Maia, em Santo André, não resistem às ações de vandalismo desde que foram implantadas, após inauguração da Passarela Tainá Teixeira da Silva, em março de 2014. Por essa razão, a Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos estuda construir uma viga em concreto na base do gradil sobre o topo da defensa.

A ideia tem como objetivo impedir que os vândalos apoiem ferramentas e criem uma alavanca sob a grade, abrindo espaço para passagem. “Entendemos que esta proposta pode minimizar o problema no local”, declarou a Pasta, em nota.

O Diário vem acompanhando a frequente situação. Em junho, o repórter-fotográfico Celso Luiz foi roubado por dois ladrões ao registrar o fato.

Segundo a administração municipal, o Dconvias (Departamento de Conservação de Vias) tem feito os reparos nos gradis cerca de uma vez por mês desde que a obra foi concluída no local. De acordo com o Executivo, não há estimativa de custos já investidos para os constantes reparos, mas salienta que cada intervenção mobiliza equipes de trânsito, agentes, operários, equipamentos de solda, veículos, entre outros .

A necessidade da instalação de proteção na área deu-se com a morte de casal, que, em 2011, foi atingido por roda que se soltou de caminhão na travessia. Não havia faixa de pedestres nem semáforo na avenida, que fica em frente à comunidade Tamarutaca.

Está programado novo conserto da estrutura – que voltou a ser danificada – até o fim desta semana.

Postado por: Grupo Discom | www.grupodiscom.com.br

Comente

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *