Prefeitura moderniza sistema de telefonia e reduz custo

Via Clique ABC

prefeitura-de-sao-bernardo

A Prefeitura de São Bernardo está implantando um novo sistema de telefonia que, além de moderno, vai oferecer mais facilidade e agilidade nas ligações tanto para o público externo quanto para o interno. O sistema convencional será substituído pelo VoIP (Voice over Internet Protocol – Voz sobre Protocolo de Internet), que é basicamente uma chamada de voz pela rede de dados. Com a mudança, o número do PABX do prédio do Paço será 2630-4000. O número tronco 4348-1000 permanecerá ativo para garantir o atendimento e até que os usuários se adaptem às mudanças.

A substituição da tecnologia está em fase de implantação pela Secretaria de Administração e Modernização Administrativa, substituindo o sistema existente, que já está obsoleto. A primeira transição, que envolve a mudança em 20 prédios públicos (veja lista abaixo) em mais de quatro mil ramais, está prevista para ser finalizada até o início de outubro. A segunda será implantada nas escolas e unidades da rede de saúde ainda neste ano.

O novo sistema permite, ainda, o uso eficiente do dinheiro público, pois, além de novos recursos técnicos, possibilitará um controle melhor das despesas de telefonia do município. A intervenção vai resultar em uma redução inicial na despesa de 25%, economia que será ampliada até o término da segunda fase de transição.

De acordo com o diretor de Tecnologia de Informação, Giovanni Narezi, agora todos os números públicos da Prefeitura terão um plano de numeração começando por 2630. “Isso vai ajudar o morador a memorizar com mais facilidade, já que ele terá que decorar, apenas, os números que vêm na sequência”, explicou.

Outra facilidade promovida pelo novo sistema para o público interno será a comunicação entre os prédios apenas por ramais interconectados. “Antes, os servidores tinham que fazer ligações para departamentos instalados fora do Paço para números independentes, o que despendia maior custo. Os ramais vão se comunicar por fibra ótica, aproveitando a malha já existente”, disse Narezi.

Indiretamente, o sistema permite controle de gestão do departamento em benefício do morador. “Nas centrais de atendimento, por exemplo, do SAMU, do 156 ou da GCM (Guarda Civil Municipal), o sistema permite que as chamadas sejam avaliadas, verifica o tempo de espera do cliente, produz relatório sobre as ligações efetuadas e recebidas e horário das ligações, entre outros benefícios. Tudo isso melhora a gestão e reflete na qualidade de prestação do serviço para o morador”, explicou.

Fonte: Clique ABC | www.cliqueabc.com.br
Postado por: Grupo Discom | grupodiscom.com.br

Comente

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *