Prefeitura de São Bernardo amplia serviço de desinfecção contra o coronavírus

Caminhões-pipa munidos de água sanitária circularam por vários bairros na última quarta-feira, para reforço da higienização. Foram notificados 546 casos do novo coronavírus na cidade.

Além do conjunto de medida voltadas à prevenção do contágio do novo coronavírus, a Prefeitura de São Bernardo ampliou na última quarta-feira (25/03) o trabalho de sanitização da cidade, por meio da aplicação de jatos de água sanitária em vias, calçadas, muros, pontos de ônibus, equipamentos públicos e estabelecimentos comercias fechados. A medida tem como objetivo desinfetar eventuais locais contaminados pelo vírus e frear o avanço da doença no município.

Para isso, estão sendo usados três caminhões-pipas com capacidade de armazenamento de 7.000 m³ de água de reuso com água sanitária dissolvida em cada viagem. Para realizar o processo de higienização, a Prefeitura disponibiliza para cada equipe um motorista e dois operadores. Protegidos com vestimenta especial, os profissionais são acompanhados ainda por equipes da GCM (Guarda Civil Municipal), Departamento de Trânsito e da Fiscalização da Prefeitura.

Desta vez, foram alvos do mutirão da limpeza equipamentos como o 1º, 3º, 6º e 7º DP de São Bernardo, UBS Baeta Neves, UBS Farina, UBS Vila São Pedro, UBS Parque São Bernardo, UBS Vila Euclides, UBS Santa Terezinha, UBS Taboão, UBS Pauliceia, UBS Jardim Represa, cemitérios do Baeta Neves, das Colinas e da Vila Euclides, UPA São Pedro, UPA e UBS Demarchi, base da PM e da GCM no bairro Batistini, base da GCM na Praça Giovani Breda, Ecoponto da Avenida Capitão Casa, além de diversos pontos de ônibus, fachadas de restaurantes, mercados, farmácias e açougues.

“Os estudos sobre o tempo de sobrevivência do vírus em ambientes e superfícies ainda não são concretos e por isso não queremos arriscar. Estamos higienizando os locais onde há mais público, como equipamentos de saúde, e ambientes que concentravam muitas pessoas antes das medidas de fechamento de comércios e de redução do transporte público. O intuito é remover qualquer vestígio deste vírus e conter o avanço da doença na cidade”, explicou o prefeito Orlando Morando.

MUTIRÃO
O mutirão da limpeza teve início da cidade na última segunda-feira (23/03), com limpeza de UPAs, UBSs, pontos de ônibus, além do PA Taboão, albergue municipal, Ecoponto Montanhão, Hospital de Clínicas, Policlínica Alvarenga, Igreja Matriz, Praça Santa Filomena, Bom Prato, Caps 24h (Centro de Atenção Psicossocial) Centro, PS Central, Poupatempo e Terminal Rodoviário João Setti, entre outros.

CASOS
Até o momento, foram notificados 546 casos do novo coronavírus na cidade, sendo 41 descartados e outros 494 em investigação. Foram confirmados 11 casos da doença, sem nenhum óbito confirmado.

Fonte: ABC do ABC

Postado por Grupo Discom | Grupodiscom.com.br

Comente

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *