Diadema realiza mapeamento das indústrias

Via ABC do ABC | www.abcdoabc.com.br

Diadema-Aerea_6c4ef6d9

Documento vai subsidiar ações de incentivo para um dos setores que mais emprega na cidade

Traçar um panorama das indústrias instaladas na cidade e do potencial a ser explorado é um dos objetivos do mapeamento do ramo industrial, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de Diadema. Atualmente, o município conta com mais de seis mil empresas; dessas, mais de 1.500 são indústrias.

Com o mapeamento será possível conhecer melhor as associações e os empreendedores, planejar e implantar novas ações. “O mapeamento trará informações importantes como o que é preciso para ampliar o setor, bem como quais os cursos necessários para capacitar tanto profissionais como empreendedores. Isso proporciona mais rendimentos ao setor, movimentação do mercado e ampliação da oferta de empregos”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Jorge Bialli.

O estudo começou em setembro de 2015. Após a conclusão, prevista para fevereiro, o documento também ficará disponível para consulta no site da Prefeitura (www.diadema.sp.gov.br).

RESULTADOS
Nos últimos três anos, a Prefeitura vem planejando e desenvolvendo ações que deram certo para geração de negócios e empregos. Exemplo disso foi a realização das duas edições anuais da Feira D’Beleza, com representantes nacionais e internacionais do setor de cosméticos, perfumaria e higiene pessoal, além da vinda de três grandes empresas para a cidade no ramo de lubrificantes e cosméticos, nos últimos dois meses.

ECONOMIA SOLIDÁRIA
As iniciativas populares também ganharam destaque no mercado de trabalho e contam com 2.900 empreendedores solidários nas áreas de corte e costura, recuperação de estofados, artesanato, culinária (tapioca, milho verde e espetinhos), massagem, materiais recicláveis, entre outros.

Para fomentar essas iniciativas, Diadema conta com a Casa da Economia Solidária. Esta forma de geração de renda ganhou tanto destaque que, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Diadema e o Shopping Praça da Moça, abriu o Espaço Social de Economia Criativa para venda de artesanato, oficinas grátis de artesanato e educação ambiental, espaço para leitura e troca de livros, além de funcionar como ponto de coleta de materiais recicláveis utilizados na confecção de produtos vendidos no Espaço.

Fonte: ABC do ABC | www.abcdoabc.com.br
Postado por: Grupo Discom | grupodiscom.com.br

Comente

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *