Akatu e Braskem apoiam educadores de Mauá com ferramentas para aulas virtuais

Treinamento, parte do programa Edukatu, foi desenvolvido especialmente para Mauá com a proposta de estimular a troca de conhecimentos sobre sustentabilidade e melhores práticas de consumo

 

Como as aulas da rede municipal de ensino de Mauá (SP) estão sendo ministradas on-line, seguindo a recomendação de distanciamento social imposta pela pandemia do novo coronavírus, o Akatu e a Braskem se uniram à Secretaria de Educação da cidade para capacitar, gratuitamente, 15 educadores – entre professores e coordenadores de escolas – para garantir aos alunos da educação infantil e ensino fundamental o conteúdo da plataforma Edukatu, rede de aprendizagem virtual sobre conceitos e práticas do consumo consciente e sustentabilidade. Essa foi a primeira fase do projeto, que se estenderá pelos próximos oito meses.

A plataforma Edukatu, oferecida em parceria com a Braskem desde 2013, já conta com mais de 51 mil inscritos, sendo mais de 10 mil no Grande ABC e quase 500 em Mauá. A primeira etapa, de capacitação virtual, realizada no final de maio, abordou temas que serão trabalhados até o final deste ano letivo, como a gestão adequada de resíduos e o consumo consciente. O direcionamento tem como base os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), agenda global promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Em Mauá, participam da iniciativa alunos e educadores das escolas municipais Alberto Betão P. Justino, Jonathan Gomes de L Pitondo, Dom Hélder Pessoa Câmara, Maria Wanny S. Cruz, Guimarães Rosa, Therezinha Damo de Lima, Marli Rodrigues de Souza, Zeny Machado Chiarotto e Samir Auada.

A proposta do Edukatu é que cada participante da rede seja um multiplicador do conteúdo compartilhado na plataforma. Dessa forma, o impacto pode ser muito maior, promovendo o engajamento de toda comunidade escolar e familiares”, afirma Pedro Bernardes, coordenador de projetos do Instituto Akatu. A plataforma, que já era implementada em outros municípios de maneira presencial, foi totalmente adaptada para o formato remoto, substituindo os encontros presenciais nas escolas por atividades à distância, a serem realizadas pelos estudantes em casa. “Por ser uma plataforma on-line, o Edukatu tem se mostrado uma ferramenta complementar importante ao ensino à distância neste período de isolamento social, permitindo às crianças trabalhar, de casa, questões ligadas à sustentabilidade“, destaca Bernardes. A próxima fase da capacitação, que integra alunos e professores, já está em curso.

Segundo Akatu e Braskem, a proposta é estimular a troca de conhecimentos sobre sustentabilidade e melhores práticas de consumo. A participação está atrelada ao envio de relatórios sobre engajamento e mudança de comportamento dos alunos, dos seus familiares e da comunidade escolar, de forma geral. A certificação dos professores é feita com a chancela da Secretaria de Educação de Mauá e acontece em dezembro deste ano.

Acreditamos no potencial de transformação social da educação e ficamos muito felizes em contribuir com a inserção de temas relacionados à sustentabilidade no ensino público, por meio da capacitação dos coordenadores e professores. Confiamos no trabalho do Edukatu para apoiar na formação de jovens conscientes do papel cidadão com o meio ambiente“, afirma Flávio Chantre, gerente de Relações Institucionais da Braskem.

 

Fonte: ABC do ABC

Postado por Grupo Discom

Comente

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *